A Mulher no Noticiário Brasileiro durante a Copa do Mundo 2014

Baixe o PDF [+]

 

Ao se romper com a linguagem estereotipada e discriminatória – tanto a escrita como a das imagens -, presente em jornais, rádio, televisão, internet, livros, revistas, etc., avança-se na influência do modo de percepção da realidade pelas pessoas, quebrando-se padrões com- portamentais que levam a uma sociedade mais justa e igualitária.

As diversas mídias podem reforçar estereótipos, mas também podem ser utilizadas como instrumentos de transformação da realidade vigente.

 

Vera Vieira

 


Mulheres & Homens

1000 Mulheres pela Paz

©2017 - Associação Mulheres pela Paz - Praça da República, 376 - 7º andar - Cj. 71 cep: 01045-000 - São Paulo - SP Fone (55 11) 3224-9454